Idioma: PortuguêsIdioms: English
   
   
Digite a palavra-chave

     
  Futuro das Formulações em Cosméticos
03/06/2015

13° conferência Internacional de Proteção solar
09/06/2015

in-cosmetics Korea
15/06/2015

 
     
  Clique aqui e nos envie um e-mail para receber a nossa E-News.  
     
 








 
 
  Matérias  
 

Ebulição do Setor registra 15,6% de aumento em vendas internas e 26,6% em exportações este ano
Nacional - 26/05/2004

A indústria de higiene pessoal e beleza está registrando um salto inesperado nas vendas neste ano. No primeiro bimestre, alguns produtos dispararam nas vendas, como tinturas de cabelos (volumes 120% maiores que o mesmo período de 2003), enxaguatórios bucais (57%), fraldas descartáveis (21%) e batons (18%).

 

Houve reação até em produtos de consumo de massa, com alta penetração no mercado, como sabonetes (7,4%), desodorantes (11,2%) e creme dental (10,2%). O bom começo de ano surpreendeu a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), que já estuda a revisão da projeção para 2004, de crescimento entre 12% e 13% .

 

"Há uma ebulição positiva. Não conheço nenhuma empresa do setor que não esteja hoje comprando máquinas novas para dar conta da produção", diz o presidente da Abihpec, João Carlos Basílio da Silva, reeleito para o cargo neste mês. No primeiro bimestre, o crescimento geral das vendas internas de higiene e beleza foi de 15,6% em volumes e 20,45% em valor.

 

As exportações acumularam US$ 84 milhões até abril, com aumento de 26,6% em relação ao mesmo período do ano passado. No caso do mercado interno, a base de comparação baixa em relação ao ano passado explica parcialmente o salto, já que no primeiro semestre de 2003 houve uma retração de 10% no mercado, algo que não acontecia há dez anos.

 

O setor foi também beneficiado pela revisão da Medida Provisória 164, que recuperou os antigos patamares de PIS e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) para alguns produtos. Mesmo assim, o fato de o crescimento das vendas ser generalizado, e não restrito ao "fenômeno cosméticos", surpreendeu a indústria.

 

Em cosméticos e perfumaria, a redução de preços - ou crescimento das marcas mais baratas -, ajudou a alavancar as vendas, já que o faturamento (29,8% e 13,1%, respectivamente) aumentou menos que os volumes (44,7% e 24,3%).

 

É no setor de cosméticos que estão alguns dos campeões de venda, especialmente em produtos para cabelos. Em tinturas, por exemplo, há o efeito da entrada da marca Seda, da Unilever, no mercado, e o crescimento de produtos mais baratos. Depois das tinturas, os destaques foram produtos alisantes, com crescimento de 88,2%, e fixadores e modeladores, com 68,8%.

 

O setor de higiene pessoal, que movimenta mais que o dobro do faturamento dos cosméticos registrou reajustes de preços e mesmo assim conseguiu crescer 13,9% em volumes. Em valor, o aumento foi de 18,5%. "É o setor que vende para as classes C e D", lembra o presidente da Abihpec. "A reação sinaliza com alguma recuperação no poder de compra da população”.

 

A boa notícia, para o varejo, é que o canal de venda tradicional foi o que mais se beneficiou do bom momento da indústria cosmética - revertendo a tendência de perda de espaço para vendas diretas e franquias. Enquanto o varejo tradicional registrou no primeiro bimestre aumento de 51%, seguido pelos atacadistas, com crescimento de 48,3%, as vendas diretas e franquias tiveram alta de 30,2% e 37,5%, respectivamente. Já em perfumaria (segmento que cresceu menos e movimenta menos da metade das vendas de cosméticos), o varejo tradicional caiu 32,1%. Neste caso, Basílio da Silva acredita que houve impacto da substituição de perfumes importados por nacionais e também redução de consumo das colônias mais populares. No segmento, as redes de franquias, como O Boticário, tiveram aumento de 34,4%, enquanto as vendas diretas aumentaram 31,1%.

Fonte: : Valor Economico - Empresas e Tecnologia - 25.05.04

 
 
   
 
Voltar à lista Voltar à front page
 
Busca em Notícias
  Palavra-chave        
 
 
 
  Notícias  
  Premiados por Inovação em Embalagens trazem novas tecnologias para o mercado
Tecnologia - 28/05/2015

Colgate agora cuida da intimidade feminina
Estratégia - 27/05/2015

Rhodia inaugura laboratório de biotecnologia industrial para desenvolver projetos a partir de biomassa
Tecnologia - 26/05/2015

WestRock é anunciada como o novo nome para a fusão das empresas MWV e RockTenn
Internacional - 25/05/2015

L'Oréal em parceria com a Organovo pesquisa pele humana impressa em 3D
Tecnologia - 25/05/2015

 
  Entrevistas
 
  Maurice Roucel, perfumista da Symrise: “Tecnicamente falando, o longlasting também é chave, valor agregado, potência. As pessoas querem se perfumar, investir num perfume que dure o dia todo.”
04/05/2015

Anteo Pontoni, CEO da Br Beauty: “O que levou a marca ao crescimento foram produtos de altíssima qualidade”... contamos nos EUA com vendas em salão, VD, distribuidores, e-commerce e lojas...
16/04/2015

Elaine Gerchon, Gerente de Projetos da Factor-Kline: "Os comerciantes internacionais não podem se dar ao luxo de sair dos mercados do Oriente ou ignorar a Halal
13/04/2015

 
  Matérias  
  Symrise inaugura unidade de pesquisa e produção em bioativos da Amazônia em Ecoparque industrial no Pará
Mercados - 25/05/2015

FCE Cosmetique a feira de sempre – sempre repleta de novidades
Tecnologia - 08/05/2015

Pernas ... para que te quero?
Tecnologia - 24/04/2015

 

Envie-nos seu e-mail com comentários, críticas e sugestões.