Idioma: PortuguêsIdioms: English
   
   
Digite a palavra-chave

     
  Cosme Tókio 2014
20/10/2014

Luxe Pack Monaco
27/10/2014

Personal Care & Homecare Ingredients (PCHi) Conference
12/03/2015

 
     
  Clique aqui e nos envie um e-mail para receber a nossa E-News.  
     
 








 
 
  Entrevistas  
 

Vivienne Rudd – Mintel – “É cedo demais para dizer se essas novas tecnologias (de varejo) estão tendo um efeito positivo no volume de vendas, mas estão certamente acrescentando interação e entretenimento à experiência de varejo ...
25/01/2013

                                 

Silvia Guerin
, vice-presidente da Região da América Latina - LAR, da Mintel, responde até a quarta questão e Vivienne Rudd, Diretora de Percepção Global, de Beleza & cuidados Pessoais responde o restante das questões focadas no varejo.

 

1 – A Mintel está vindo para a América do Sul com pesquisas de consumo e análises detalhadas deste mercado, inclusive com uma equipe brasileira de pesquisadores. Porque a América do Sul passou a ser foco de pesquisas para relatórios mundiais?

 A Mintel já esta presente na America Latina ha vários anos, através de um numero significativo de clientes conquistados em diversos países da região, como Brasil, México, Argentina, Colômbia, Chile, Peru. Há mais de 40 anos, a Mintel tem investigado e analisado profundamente os diferentes e principais mercados consumidores do mundo, apresentando a nossos clientes questões especificas que afetam a decisão de compra de determinadas categorias de produtos de consumo, especialmente em mercados que apontam para economias em crescimento.

As empresas estão buscando informações profundas sobre esse mercado. O lançamento dos Relatórios sobre o Brasil da Mintel vem como resposta a essa demanda.  Uma vez mais a Mintel se preocupa em trazer não só uma analise detalhada de mercado, mas a maneira pela qual essas informações podem ser aplicadas nas indústrias através do alinhamento de tendências em cada categoria de produtos.

A Mintel continua fazendo mais investimentos na região da América Latina porque entendemos que o mercado quer compreende-la melhor, para que as empresas possam traçar objetivos e desenvolver estratégias de investimento e crescimento na região, com sucesso.

 

2 – A Mintel está abrindo um escritório em São Paulo. Porque e qual a importância de um novo negócio no Brasil que, não muito tempo atrás, foi considerado um mercado exótico, de interesse passageiro? Como o Brasil e o mercado brasileiro de cosméticos são vistos globalmente?

Como um dos mercados mais complexos e promissores no cenário mundial de hoje, o Brasil tornou-se um importante foco para nossos clientes na região da America Latina e de todo o mundo. O Brasil é um mercado complexo e muito vibrante, um mercado que está passando por mudanças bastante significativas. O mundo todo está de olho e acredita em seu potencial. Nós, da Mintel, entendemos a importância de estarmos aqui.

A abertura de nosso escritório em São Paulo foi uma decisão natural dentro de nossos planos contínuos de investimentos na região. Trata-se de um dos mais importantes pólos econômicos mundiais, e a cidade foi escolhida porque nos coloca ainda mais próximos de nossos clientes da América Latina.

Nossos relatórios são escritos em Português (e traduzidos para o inglês posteriormente) por analistas de mercado brasileiros, que entendem o panorama cultural e as diferenças sócio-econômicas de cada região do país não apenas por suas visões analíticas, mas porque são brasileiros e têm grande experiência em cada categoria que escrevem.

Nosso objetivo, além de estabelecer o espaço físico em que nossos analistas brasileiros continuarão a desenvolver seu trabalho, é estarmos ainda mais presentes com nossos clientes. Nossa equipe de vendas também já tem proporcionado um atendimento ainda mais focado em cada cliente. O suporte no uso das ferramentas de mercado da Mintel tem sido um diferencial importante que queremos reforçar nesse mercado.

 

3 –  Como estas ‘ferramentas’ de  mercado serão devidamente entendidas e aplicadas pelas empresas?

Há muitas empresas brasileiras que ainda estão descobrindo as aplicações práticas das ferramentas de inteligência de mercado e como podem auxiliar no planejamento de seus negócios. A Mintel vai continuar caminhando lado a lado com nossos clientes, para que cada um deles possa extrair o máximo de cada ferramenta que acessa. Entendemos que as empresas não precisam apenas de dados de mercado, elas precisam sim, contar com uma equipe de especialistas que possam digerir esses dados, interpretá-los de uma forma objetiva e direta e demonstrar como podem ser aplicadas em seus negócios.

 

4 – O mercado cosmético no Brasil teria espaço suficiente para a Mintel, já que há outros concorrentes instalados no país?

A Mintel já é reconhecida como referência em inteligência de mercado e suporte ao cliente em muitos lugares do mundo. Essa é também nossa meta para a América Latina. Há algumas empresas que fornecem análises de mercado e tendências no Brasil e cada qual tem suas metodologias específicas. Mas os Relatórios sobre o Brasil da Mintel são únicos, pois proporcionam uma análise muito abrangente e bem detalhada para cada categoria de produto, ao mesmo tempo em que é simples de entender. Mais importante ainda, indica como os resultados dessas análises podem ser aplicados nas indústrias e nos negócios. Aqui está o maior valor que agregamos para o cliente.


                       
Vivienne Rudd, Diretora de Percepção Global, de Beleza & cuidados Pessoais da Mintel

5 - O que há de mais inovador no varejo para atiçar os consumidores nos corredores das lojas? Que marcas têm as propostas mais instigantes?

Muitas marcas têm usado lojas pop-up para gerar entusiasmo quanto aos  lançamentos e encorajar os consumidores a visitar suas lojas permanentes e/ou balcões em lojas de departamento. Mais recentemente, a Elizabeth Arden criou uma pop-up em Nova York, onde os consumidores puderam experimentar produtos de cuidados com a pele e de maquiagem, com o detalhe de oferecer ainda, maquiadores e produção no local, para que as consumidoras pudessem tirar fotos com o fotógrafo de celebridades Nigel Barton. 

As lojas de departamento, entretanto, estão gerando entusiasmo com eventos temáticos, como a celebração da moda, beleza e cultura brasileiras, que correu na Macy´s, entre maio-julho de 2012. Outras marcas como a Kao criaram cafés dentro de lojas de departamento, onde os clientes podem experimentar produtos enquanto tomam uma xícara de chá (ou café) e fazem uso de iPads e instrumentos de diagnóstico.

6  –  O varejo no Brasil, vai muito bem há alguns anos, com bons resultados tanto em venda direta quanto em franquias, lojas e farmácias especializadas em cosméticos e dermocosméticos. As inovações tecnológicas do varejo mundial, de certas marcas, como a coreana Amor Pacific, por exemplo,  relatadas em sua apresentação na in-cosmetics Access Anything Anywhere teriam um impacto ainda maior neste mercado ou esses recursos estão acontecendo para estimular o consumo  em mercados mais evoluídos porém mais estagnados?

Eu acho que em alguns aspectos o mercado brasileiro lidera o caminho no uso de novas tecnologias de varejo. A Natura certamente chamou a nossa atenção, não só com o seu espelho virtual, mas também em sua última campanha, onde oferece amostras de um novo xampu com etiquetas personalizadas, usando fotos de perfis das páginas do Facebook das consumidoras.

Para as marcas que ainda não têm uma presença estabelecida no Brasil, o uso de instalações como as do Amore Pacific seriam um enorme investimento para um retorno incerto. Quando o varejo seletivo torna-se incorporado no ambiente de varejo brasileiro, a situação pode mudar, mas, até então, eu acho que a maior parte da inovação nesta área continuará a vir da Natura, Adidas (que oferece a tecnologia de projeção digital da imagem do consumidor com seus produtos), etc, que têm o conhecimento do mercado local e o dinheiro para corresponder.

7 – O Espelho Virtual da Natura e a projeção da imagem digital da Adidas são ferramentas experimentais. O smart phone app, por exemplo,  seria um recurso 24 horas disponível para compras mesmo através da vitrine da loja fechada. Essas tecnologias são tendências, ou sofisticação para tornar o ato da compra mais interessante, cômodo e estimulante? Elas deverão determinar o futuro do varejo? Por quê?

No momento, acredito que essas são maneiras de atrair a atenção do consumidor, em vez das ferramentas de venda, embora, é claro, elas realmente estimulem as vendas também. No momento, esta tecnologia ainda está em sua infância relativa, mas as coisas se movem de maneira incrivelmente rápida e tenho certeza que vamos ver muitos outros desenvolvimentos no ano que vem. É cedo demais para dizer se essas tecnologias estão tendo um efeito positivo no volume de vendas, mas estão certamente acrescentando interação e entretenimento à experiência de varejo e isso só pode ser uma coisa boa.

Em relação aos apps, a chave será torná-los fáceis de usar em ambas as plataformas Apple e Android e torná-los verdadeiramente cativantes. Assim como eles não são o suficiente para uma marca ter um ‘tipo’ Facebook, não são o suficiente para fazer um aplicativo ou um espelho virtual, coisas que oferecem um breve momento de entretenimento. Eles têm de realmente capturar a atenção do consumidor e atraí-los para a experiência da marca, gerando vendas imediatas e fidelização mais duradoura.


 

 
 
   
 
Voltar à lista Voltar à front page
 

Busca em Entrevistas

  Palavra-chave        
 
 
 
  Notícias  
  O Boticário inaugura nova fábrica na Bahia e aumenta sua capacidade de produção em 50 por cento
Nacional - 16/09/2014

Primeira edição da In-cosmetics no Brasil é bem sucedida
Nacional - 15/09/2014

Galderma investirá R$ 200 milhões no mercado de dermatologia brasileiro
Mercados - 13/09/2014

Profissionais e empresas do setor de cosméticos premiados no Prêmio ABRE da Embalagem Brasileira
Nacional - 12/09/2014

Fábrica de embalagens de vidro da mexicana Vitro será na Bahia
Nacional - 11/09/2014

 
  Entrevistas
 
  Perfumaria - Especialistas falam sobre tendências e os cheiros que o brasileiro ama
28/07/2014

Carla Falcão, especialista em Mídias Sociais: “...é preciso lembrar que a comunicação precisa ser de mão dupla e ter continuidade... é importante humanizar esse contato.”
02/06/2014

Dr. Edilson Pinheiro, médico pós-graduado em Dermatocosmitria:“..o dia em que conseguirem desenvolver um medicamento tópico em que realmente aconteça a penetração do ácido hialurônico, será uma vrdadeira revolução
12/04/2014

 
  Matérias  
  Natura reforça sua posição na categoria desodorante com aerosol ecológico
Mercados - 23/08/2014

Lenços Umedecidos ganham espaço no mercado pela praticidade
Mercados - 16/08/2014

Granado em loja de luxo em Paris atrai exportações
Mercados - 11/08/2014

 

Envie-nos seu e-mail com comentários, críticas e sugestões.